FAN PAGE

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Acessos da BR-101 em São José: Acordo garante abertura de dois pontos para fluxo

Depois de longas discussões foi decidido: o acesso do Morro do Avaí, em São José, será reaberto e o trevo de Forquilhinhas, repaginado. As mudanças aprovadas pela ANTT (Agência Nacional de Trânsito Terrestre), na tarde de ontem, são uma tentativa para desafogar o trânsito no sentido sul da marginal de São José. O congestionamento no município é alvo de insatisfações desde que a PFR (Polícia Rodoviária Federal) fechou 17 acessos e saídas a BR 101 no final do ano passado.
Na reunião promovida pela prefeita Adeliana Dal Pont, com representantes da ANTT, do Ministério das Relações Institucionais, da PRF, e da concessionária que explora a rodovia, a Autopista Litoral Sul, ficou acertada a reabertura do acesso do km 206,06, próximo ao bairro Roçado. Já o acesso de saída no km 208,1, no bairro Forquilhinhas, será transformado em acesso de entrada.
A previsão é que em 90 dias o trevo de Forquilhinhas seja alterado com a instalação de um semáforo. Um binário também será criado. 
O Morro do Avaí será beneficiado com a medida. Quem vier pela BR-101 poderá acessar a marginal. Na rua Vereador Arthur Mariano, hoje mão dupla, passará a ter mão única, no sentido bairro.
 
 
 
Já o acesso para o Bairro Forquilhinha ficará invertido. Neste caso, os motoristas sairão da marginal pela rodovia. Ainda conforme a prefeitura, um semáforo será instalado no bairro. Para o retorno, os motoristas seguirão pela rua João Gualberto de Oliveira até a rua 25 de Dezembro, que hoje também é mão dupla e passará a ter mão única, sentido rodovia.  Para completar uma parte da rua Luiz Fagundes (até o trevo) também será transformada em mão única.
No trevo - desde que foi fechado o acesso do Roçado à estrada - é confuso o acesso de veículos para entrar ou sair de São José ou ir em direção a São Pedro de Alcântara.
PRF é contra a reabertura
Um estudo técnico da PRF, a pedido da ANTT, motivou o fechamento dos acessos e saídas. Em Palhoça o motivo foi o grande número de acidentes, quadruplicado de 2008 para 2012, em São José foi uma solução para dar segurança ao tráfego na 3° faixa, e nos outros 14 pontos foi por acessos repetitivos, segundo a polícia, que acrescenta que o trânsito local diminui a velocidade de fluxo da BR.
A superintendente de Exploração da Infraestrutura Rodoviária da ANTT, Viviane Esse, concorda que esta é uma medida paliativa e explica que para contribuir com o fluxo será implantada a faixa adicional, com o preenchimento do acostamento até Palhoça. “Com a obra, esperamos que o trânsito ganhe mais fluidez, porque o acostamento passará a ser utilizado como terceira faixa", afirma.
O gerente de tráfego da concessionária, Ademir Custódio da Silva, informa que a intenção é começar a obra em 15 dias. Para evitar interrupções na rodovia, será negociado um esquema em conjunto com a PRF. 
Um sistema binário é mais uma alternativa discutida na reunião nesta quarta-feira (30) em São José. A medida deve auxiliar no fluxo de veículos. Segundo a Prefeitura, as obras para a reaquação no trânsito da BR-101 devem começar em novembro.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário