FAN PAGE

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Artigo: PARADOXO DO SOFRIMENTO*


Vimos nos noticiários no dia de hoje, a ampla cobertura sobre o acidente com o sistema de trens no Rio de Janeiro, por um deles ter saído dos trilhos e prejudicado toda a normalidade do atendimento aos usuários.

Esta situação foi extremamente criticada pela mídia e pela sociedade em geral, ponderando como será na copa do mundo. Desculpem, mas falta maturidade nestas críticas, pois acredito que a preocupação não deveria ser com a copa do mundo, mas sim com a situação dos usuários, que em sua esmagadora maioria, são trabalhadores, gente simples que depende deste transporte. Então se não houvesse copa do mundo, a situação não receberia todo o destaque que teve? Ver aquelas pessoas se amontoando, naquela estrutura precária, ultrapassada, que não recebe investimentos há uns 50 anos, sinceramente dá dó...

Fico pensando, será que falta dinheiro? Acho que não, o impostômetro já marcou mais de 1 trilhão e cem bilhões de arrecadação. Impostos pagos por nós! Além disso, os estádios estão sendo levantados com dinheiro público rapidinho! Dinheiro do BNDES também é dinheiro público, que deveria ser priorizado para financiar o crescimento das empresas, gerar empregos e criar uma cadeia econômica virtuosa, que beneficiasse um grande número de pessoas e não meia dúzia de grupos empresários que vão se fartar com a copa do mundo (Em especial uma rede de TV, políticos e alguns empresários empreiteiros) Essa que é a verdade!

Voltando aos usuários de trem do Rio de Janeiro, infelizmente fazem parte também, em sua também esmagadora maioria, daqueles que sustentam este sistema perverso, adulando os ícones do BBB, da novela e do futebol. Provavelmente votarão nos mesmos bandidos que se dizem políticos e que estão no poder conduzindo as prioridades desta maneira.
Eduardo França

Por isso menciono no início desta reflexão o PARADOXO DO SOFRIMENTO, pois o próprio povo sustenta com sua devoção o sistema que os condena ao sofrimento e a desolação.

PRECISAMOS URGENTEMENTE PRIORIZAR A EDUCAÇÃO EM NOSSO PAÍS!
 
* Professor Eduardo França, é Diretor de Relações Institucionais da AURESC,
Professor universitário e coordenador do curso de logística do SENAC de Blumenau

Nenhum comentário:

Postar um comentário